Estreia nesta sexta documentário sobre as condições de trabalho no SUS durante a pandemia

Será lançado, nesta sexta-feira (16), o filme Saúde sem Máscara, que traz relatos de trabalhadores e trabalhadoras do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre as condições de trabalho durante o combate à pandemia de coronavírus no Brasil.

O evento vai ser realizado de forma remota, das 19h às 21h, pelo canal de YouTube da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A live poderá ser acessada por meio do link: https://youtu.be/-WTSbkdnvco.

Coordenado pelas professoras e pesquisadoras Mariana Nogueira, Leticia Batista e Regimarina Reis, o documentário foi dirigido e roteirizado por Renato Prata Biar. A pesquisa buscou monitorar o acesso à equipamento de proteção individual de técnicos de enfermagem, agentes de combate a endemias, enfermeiros, médicos e psicólogos, no município do Rio de Janeiro, em tempos de covid.

De acordo com a pesquisadora Regimarina Reis, a ideia de fazer um filme veio a partir do momento que elas perceberam que o conteúdo da pesquisa deveria ir para além dos muros científicos e atingir toda a população.

“Para isso, a gente precisa lançar mão de outras linguagens, de se utilizar de outras narrativas, e de pensar essa interação de arte, política e ciência como mecanismo fundamental para que a gente possa trazer para a centralidade o trabalhador e, assim, produzirmos modos diversificados de comunicar, de pensar e de aprender a realidade”, diz.

Segundo o diretor Renato Prata Biar, o projeto já tinha como base a pesquisa, mas era preciso fazer um filme que não fosse apenas institucional e com dados. Então, a dinâmica do documentário foi travar conversas com os trabalhadores para conseguir obter deles suas experiências.

“Como foi essa experiência e como está sendo essa experiência de trabalhar em uma pandemia com uma precarização absurda das condições de trabalho? Mas, essa precarização, tá na vida deles, com baixos salários”, afirma.

De acordo com a pesquisadora Mariana Nogueira, além do documentário, foram produzidos infográficos e um boletim que informam os resultados quantitativos da pesquisa que foi feita com mais de 200 pessoas que trabalham no setor no Rio de Janeiro.

“A partir desses relatos, nós tivemos indícios de uma grande precariedade em suas condições de trabalho, uma insegurança que se relaciona à falta de acesso de equipamentos de proteção individual, à vínculos empregatícios e atrasos salariais”, explica.

 

Direção e Roteiro: Renato Prata Biar

Produção: Mariana Abrantes
Assistente de Produção: Mauro Soares
Direção de Fotografia: Lucas Chaparro e Diego Souza
Som Direto: Fernando Kumagai
Montagem: João Paulo Costa e Renato Prata Biar
Edição de Som: Fernando Kumagai e Lucas Chaparro
Edição e Correção de Cor: Lucas Chaparro
Trilha Sonora Original Trailer: André Profeta

Assista o trailer em: https://youtu.be/YXed4EJOiUA

Por: Ana Paula Evangelista

Categoria(s):

Repórter SUS