Programa de Vocação Científica - Provoc

O Programa de Vocação Científica (Provoc) é uma proposta educacional de Iniciação Científica (IC) na área da saúde para jovens que cursam o nível médio de ensino. Um dos principais objetivos da iniciação científica realizada pelo Provoc é estimular a aprendizagem dos conhecimentos técnicos e científicos a partir da experimentação de práticas de pesquisa. O Programa foi criado em março de 1986 no campus da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Manguinhos e sempre foi coordenado pela EPSJV. 

O Programa é dividido em duas etapas: Iniciação e Avançado. Na etapa Iniciação, cuja duração é de 12 meses (agosto a julho), os alunos se familiarizam com as principais técnicas e objetos de pesquisa de Ciência e Tecnologia em saúde. No Avançado, com duração de 22 meses (contados a partir do segundo semestre), o aluno desenvolve todas as etapas de execução de um projeto de pesquisa em Ciência e Tecnologia em Saúde.

 

Provoc 30 anos

 

Coordenação do Provoc

A coordenação do Provoc está situada no Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica (Lic-Provoc) da EPSJV, que tem por finalidade promover a Iniciação Científica e contribuir para a melhoria da qualidade da formação de estudantes do ensino fundamental e do ensino médio.

Uma das atribuições principais da coordenação do Provoc é o acompanhamento pedagógico dos estudantes que participam do programa. A coordenação organiza reuniões para os estudantes da Etapa Iniciação e Avançada. O comparecimento às reuniões de acompanhamento com a coordenação do Provoc é obrigatório para os alunos de ambas as etapas, e no caso de ausência, esta deve ser justificada.


Quem pode se candidatar ao Provoc?

Apenas estudantes provenientes de instituições conveniadas ao Provoc podem se candidatar. Atualmente, estão conveniadas ao Programa as seguintes instituições de ensino médio e organizações da sociedade civil:

• Centro Educacional Anísio Teixeira (CEAT)
• Colégio de Aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (CAp UERJ)
• Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CAp UFRJ)
• Instituto Metodista Bennett
• Colégio Pedro II (Unidades: Centro, Duque de Caxias, Engenho Novo, Humaitá, Niterói, Realengo, São Cristóvão e Tijuca)
• Colégio São Vicente de Paulo
• Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (CEASM)
• Rede de Desenvolvimento da Maré (REDES)
• Rede de Empreendimentos Sociais para o Desenvolvimento Socialmente Justo, Democrático, Integrado e Sustentável (Rede CCAP) - Manguinhos.

A coordenação do Provoc mantém interlocução permanente com as instituições de procedência dos estudantes. Em cada unidade existe um profissional responsável pela divulgação do programa, pré-seleção dos candidatos e acompanhamento pedagógico dos participantes desta experiência de iniciação científica.


Processo Seletivo

Candidatos à Etapa Iniciação

Apenas jovens cursando o primeiro ano do ensino médio podem se candidatar à etapa Iniciação. Os estudantes interessados em participar do Provoc devem se inscrever nas instituições conveniadas de origem.

Candidatos à Etapa Avançado

O estudante interessado em prosseguir para o Avançado deverá atender aos seguintes critérios: estar cursando o segundo ano do ensino médio, ter participado com êxito da Iniciação, ser indicado pelo seu orientador mediante formulário de avaliação, ser indicado pela coordenação de sua instituição de origem, e apresentar subprojeto de pesquisa com cronograma detalhado, desenvolvido com o seu orientador.

 

Compromissos dos estudantes que participam do Provoc

Frequência

Provoc Iniciação

O horário de participação do estudante no Provoc é definido pelo seu turno escolar, e pode ser ampliada em função dos interesses e da disponibilidade do orientador, da equipe e do aluno. O período mínimo é de quatro horas semanais (manhã ou tarde), preferencialmente de 8h às 12h ou de 13h às 17h.

O estudante recebe um formulário de frequência que deve ser preenchido, assinado por seu orientador e entregue à coordenação da etapa Iniciação, ao final de cada mês. A ausência deve ser justificada e informada ao orientador previamente. É permitido até quatro faltas não consecutivas. No caso de três faltas consecutivas é obrigatório também apresentar justificativas ao profissional responsável pelo Provoc na instituição de origem e a coordenação da etapa Iniciação, caso contrário, estará sujeito ao desligamento do Programa.

Provoc Avançado

A carga horária pode variar de acordo com o interesse e disponibilidade do orientador, da equipe e do estudante. O período previsto é de 12 horas semanais (manhã ou tarde). O aluno deverá elaborar, mensalmente, resumo de atividades, a ser revisado e assinado pelo orientador e encaminhado à coordenação do Provoc, até o 5º dia de cada mês vencido.

Recesso (Férias)

O estudante tem 30 dias de férias acordado previamente com o orientador e posteriormente comunicado à coordenação do Provoc (etapa Iniciação ou Avançado).


Orientadores

Quem são os orientadores do Provoc?

São pesquisadores da Fiocruz com vínculo ativo, isto é, servidores públicos, cedidos, terceirizados, pesquisadores visitantes e pós-graduandos. Os orientadores possuem o título de mestre ou doutor, ou estão cursando o doutorado.

Quais são os compromissos do orientador?

A aprendizagem de conhecimentos técnico-científicos é uma das dimensões do processo formativo dos estudantes que participam do Provoc. O orientador é o principal responsável pelo acompanhamento do estudante, iniciando-o nas atividades e práticas da pesquisa científica, acompanhando-o durante sua permanência no Programa.

Quais são as principais atividades do orientador?

Apresentar ao estudante seu plano de trabalho referente às atividades a serem desenvolvidas. 
Acompanhar a frequência do estudante.
Supervisionar resumos e relatórios científicos.
Acompanhar o estudante em eventos científicos.
Encaminhar à coordenação do Provoc o relatório de desempenho do estudante ao final das etapas.
Informar à coordenação do Provoc sobre qualquer alteração na relação e compromissos do aluno com o desenvolvimento das atividades do seu plano de trabalho.

Plano de Trabalho do orientando

Para os alunos da etapa Iniciação, o orientador tem a responsabilidade de elaborar um plano de trabalho com duração de 12 (doze) meses e encaminhá-lo à coordenação do Provoc da etapa Iniciação. É recomendável que o plano de trabalho contemple atividades relacionadas à rotina de pesquisa do orientador e técnicas específicas à área ou ao campo de pesquisa do orientador e/ou laboratório.

Na etapa Avançado o estudante desenvolve um subprojeto de pesquisa com o seu orientador.

 

Certificação

Os estudantes são certificados ao término das etapas Iniciação e Avançado, expedidos pela EPSJV. Na etapa Iniciação necessitam atender aos seguintes requisitos: carga horária semanal mínima, apresentação de pôster na Jornada de Iniciação Científica e apresentação do relatório de conclusão.

Para os alunos do Avançado são aplicados os seguintes critérios: cumprimento da carga horária acordada com o orientador e equipe, apresentação de relatórios mensais, apresentação de trabalho na Semana de Vocação Científica, apresentação de trabalho na Reunião Anual de Iniciação Científica (Raic) da Fiocruz e apresentação de relatório final.

 

Biossegurança e ética em pesquisa

Os alunos estão submetidos ao conjunto de regras e de procedimentos previstos nas diretrizes de biossegurança e nos princípios éticos da pesquisa em Ciência e Tecnologia em saúde. Os planos de trabalho da Iniciação e os subprojetos do Avançado devem observar as regras e os procedimentos próprios da(s) área(s) de pesquisa na(s) qual(is) cada orientador se insere.

 

Trabalho de campo

Para realizar atividades fora do campus da Fiocruz é primordial a autorização prévia do responsável do aluno. A ficha de autorização (em duas vias) é solicitada à secretaria executiva do Provoc (provoc@fiocruz.br) e deve ser preenchida e assinada pelo orientador e encaminhada aos responsáveis. Uma via retorna ao orientador, enquanto a outra é enviada à coordenação do programa.

 

Eventos científicos: participação dos estudantes

A participação dos alunos em eventos científicos é uma das atividades da iniciação científica. O Provoc organiza anualmente eventos próprios para cada uma das etapas, onde a presença do aluno é obrigatória e a do orientador ou membro do grupo de pesquisa é desejável. Além disso, os estudantes da etapa Avançado ainda apresentam trabalhos nas reuniões anuais de IC organizadas pela Fiocruz, e do projeto “O jovem e a ciência no futuro”, que acontece anualmente durante as reuniões da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE).
 
Jornada de Iniciação Científica

Organizada anualmente pela coordenação do Provoc, a Jornada consiste na apresentação, sob a forma de pôster, das atividades desenvolvidas. Recomenda-se que o conteúdo esteja em consonância com o plano de trabalho individual do aluno apresentado pelo orientador. O evento geralmente ocorre entre a segunda quinzena de maio e o começo de junho. Os alunos candidatos ao Provoc participam do evento com o objetivo de conhecer parte da proposta de trabalho a ser desenvolvida.

Semana de Vocação Científica

Organizada anualmente pela coordenação do Provoc, a Semana ocorre na primeira semana de maio. Os alunos do 1° ano do Avançado apresentam pôsteres com o objetivo de apresentar o andamento do trabalho realizado. Os alunos que estão concluindo o Programa apresentam seu projeto final no formato pôster ou comunicação oral.

Reunião Anual de Iniciação Científica da Fiocruz (Raic)

Evento científico organizado pela coordenação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) da Fiocruz. Este evento compõe as atividades da etapa Avançado.  Os trabalhos são apresentados no formato pôster e os resumos publicados nos Anais.

Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE)

Direcionada aos alunos do Avançado, esta reunião geralmente ocorre no mês de agosto, em local definido pela FeSBE. A participação no evento não é obrigatória .  Para inscrição do trabalho, é indispensável a autorização prévia dos responsáveis pelo aluno, do orientador e dos recursos financeiros que a EPSJV poderá disponibilizar para tal evento, já que sua realização costuma ser fora da cidade do Rio de Janeiro. Os trabalhos são apresentados em sessão de pôsteres e os resumos publicados nos Anais do evento.  O pagamento das inscrições é feito pela FeSBE.

Requisitos para ser orientador

O pesquisador que desejar orientar um aluno do Provoc precisa ter vínculo ativo com a Fiocruz por um período de três anos durante a permanência do aluno no Programa. São considerados trabalhadores com vínculo ativo: servidores públicos, cedidos, terceirizados, pesquisadores visitantes e pós-graduandos. O candidato a orientador deve possuir também o título de mestre ou doutor, ou estar cursando o doutorado, e estar com o seu currículo Lattes atualizado.

No caso de bolsistas pesquisador visitante e pós-graduando vinculados que desejem orientar, solicita-se a coorientação de um pesquisador ou profissional da equipe de pesquisa com vínculo estável durante todo o período de orientação do estudante.

Procedimentos em caso de afastamento do orientador

Depois de formalizada a orientação, é importante ressaltar que em caso de afastamento do(a) orientador(a), por motivo de viagem prolongada para estudos ou trabalhos científicos, doenças e gravidez, é necessária a indicação de um membro do grupo de pesquisa para acompanhar o aluno, com a anuência do responsável pela equipe. Este procedimento é válido para qualquer das etapas e deverá ser informado à coordenação do Provoc. Caso haja afastamento do orientador da Fiocruz, o responsável pelo setor deverá designar um profissional para dar continuidade à orientação do aluno.

Compromissos do orientador

Cabe ao orientador e a sua equipe iniciar o aluno nas atividades de pesquisa, possibilitando a compreensão e a aprendizagem de conhecimentos técnico-científicos. O orientador é responsável pela escolha e desenvolvimento da metodologia de iniciação científica e, se assim desejar, pode designar coorientador para acompanhar o processo de formação do aluno durante a sua permanência no programa. Entre as atividades do orientador, destacamos:

Apresentar ao estudante seu plano de trabalho referente às atividades a serem desenvolvidas. 
Acompanhar a frequência e acordar o período de férias dos estudantes.
Supervisionar resumos e relatórios científicos apresentados à coordenação do Provoc e em eventos científicos.
Acompanhar o estudante em eventos científicos.
Informar à coordenação do Provoc sobre qualquer alteração na relação e compromissos do aluno com o desenvolvimento das atividades do seu plano de trabalho.


Plano de Trabalho

Iniciação

Para os alunos da etapa Iniciação, o orientador deve elaborar um plano de trabalho com duração de 12 (doze) meses o qual é requisitado no formulário de vagas eletrônico. É recomendável que o plano de trabalho contemple atividades relacionadas à rotina de pesquisa do orientador e técnicas específicas à área ou ao campo de pesquisa do orientador e/ou laboratório.

Avançado

Nesta etapa o estudante desenvolve um subprojeto de pesquisa com o seu orientador.

Observações sobre as atividades a serem desenvolvidas com os estudantes

O plano de trabalho e o subprojeto de pesquisa propostos devem considerar o fato de o estudante estar vivenciando pela primeira vez uma experiência concreta em um local de trabalho. Portanto, sugere-se observar:

A faixa etária do estudante (em torno dos 15 - 18 anos);
O nível de escolaridade do estudante (nível médio de ensino);
O número de profissionais existentes no grupo de pesquisa;
O espaço físico disponível; 
A disponibilidade semanal do estudante, do orientador e/ou do coorientador;
As normas de biossegurança e boas práticas de pesquisa em saúde;
A aprendizagem de procedimentos básicos como pesquisa bibliográfica,  leitura e fichamento de textos científicos, e elaboração de relatos das atividades realizadas.

 

Frequência

Iniciação

O horário de participação do estudante no Provoc é definido pelo seu turno escolar, e pode ser ampliada em função dos interesses e da disponibilidade do orientador, da equipe e do aluno. O período mínimo é de quatro horas semanais (manhã ou tarde), preferencialmente de 8h às 12h ou de 13h às 17h.

O estudante recebe um formulário de frequência que deve ser preenchido, assinado por seu orientador e entregue à coordenação da etapa Iniciação, ao final de cada mês. A ausência deve ser justificada e informada ao orientador previamente. É permitido até quatro faltas não consecutivas. No caso de três faltas consecutivas é obrigatório também apresentar justificativas ao profissional responsável pelo Provoc na instituição de origem e a coordenação da etapa Iniciação, caso contrário, estará sujeito ao desligamento do Programa.

Avançado

A carga horária pode variar de acordo com o interesse e disponibilidade do orientador, da equipe e do estudante. O período previsto é de 12 horas semanais (manhã ou tarde).
O aluno deverá elaborar, mensalmente, resumo de atividades, a ser revisado e assinado pelo orientador e encaminhado à coordenação do Provoc, até o 5º dia de cada mês vencido.


Funcionamento do Provoc

Processo Seletivo dos Candidatos

Para a etapa Iniciação, apenas jovens cursando o primeiro ano do ensino médio das instituições conveniadas podem se candidatar ao Provoc. Iniciada a pré-seleção nas instituições conveniadas, o processo seletivo se conclui nas fases subseqüentes pela equipe do LIC-Provoc.

O estudante interessado em prosseguir para o Avançado deverá atender aos seguintes critérios: estar cursando o segundo ano do ensino médio, ter participado com êxito da Iniciação, ser indicado pelo seu orientador mediante formulário de avaliação, ter a indicação do profissional responsável pelo Provoc na instituição de origem, e apresentar subprojeto de pesquisa com cronograma detalhado, desenvolvido com o seu orientador.

Acompanhamento Pedagógico

O objetivo principal é o de acompanhar o processo de formação do jovem, o modo de inserção nas atividades propostas e sua capacidade de compreensão do trabalho de pesquisa científica e tecnológica.

A coordenação da Iniciação promove reuniões de acompanhamento do processo de formação dos alunos nos meses de novembro (referente ao primeiro período da iniciação) março e julho (referente ao segundo período da iniciação).

A coordenação da etapa Avançado também promove regularmente reuniões com os alunos.

As reuniões promovidas pelas coordenações das etapas Iniciação e Avançado são informadas aos orientadores, por correio eletrônico, que tomam ciência da data de suas realizações, seu teor e demais conteúdos que se façam necessários relativos a cada período do estudante no Programa.

O comparecimento às reuniões de acompanhamento com a coordenação do Provoc é obrigatório para os alunos de ambas as etapas, e no caso de ausência, esta deve ser justificada.

 

Certificação

Os estudantes recebem certificações ao término das etapas Iniciação e Avançado. Os certificados de conclusão das etapas são expedidos pela EPSJV. Os alunos da Iniciação precisam atender aos seguintes requisitos: carga horária semanal mínima, apresentação de pôster na Jornada de Iniciação Científica e apresentação do relatório de conclusão.

Para os alunos do Avançado são aplicados os seguintes critérios: cumprimento da carga horária acordada com o orientador e equipe, apresentação de relatórios mensais, apresentação de trabalho na Semana de Vocação Científica, apresentação de  trabalho na Reunião Anual de Iniciação Científica (Raic) da Fiocruz e apresentação de relatório final.


Recesso (Férias)

O estudante tem 30 dias de férias acordado previamente com o orientador e posteriormente comunicado à coordenação do Provoc (etapa Iniciação ou Avançado). As mudanças acordadas deverão ser informadas a equipe do Programa.


Biossegurança e ética em pesquisa

Os alunos estão submetidos ao conjunto de regras e de procedimentos previstos nas diretrizes de biossegurança e nos princípios éticos da pesquisa em Ciência e Tecnologia em saúde. Os planos de trabalho da Iniciação e os subprojetos do Avançado devem observar as regras e os procedimentos próprios da(s) área(s) de pesquisa na(s) qual(is) cada orientador se insere.


Trabalho de campo

Para realizar atividades fora do campus da Fiocruz é primordial a autorização prévia do responsável do aluno. A ficha de autorização (em duas vias) é solicitada à secretaria executiva do Provoc (provoc@fiocruz.br) e deve ser preenchida e assinada pelo orientador e encaminhada aos responsáveis, anteriormente a data da atividade. Uma via retorna ao orientador, enquanto a outra é enviada à coordenação do programa.


Eventos científicos

O estímulo à participação dos alunos em eventos científicos é parte fundamental dos objetivos da IC de alunos do ensino médio. O Provoc organiza anualmente eventos próprios para cada uma das etapas, onde a presença do aluno é obrigatória e a do orientador ou membro do grupo de pesquisa é desejável. Além disso, os estudantes da etapa Avançado ainda apresentam trabalhos nas reuniões anuais de IC, organizadas pela Fiocruz, e do projeto “O jovem e a ciência no futuro”, que acontece anualmente durante as reuniões da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE).
 

Jornada de Iniciação Científica

Organizada anualmente pela coordenação do Provoc, a Jornada consiste na apresentação, sob a forma de pôster, das atividades desenvolvidas. Recomenda-se que o conteúdo esteja em consonância com o plano de trabalho individual do aluno apresentado pelo orientador. O evento geralmente ocorre entre a segunda quinzena de maio e o começo de junho. Os alunos candidatos ao Provoc participam do evento com o objetivo de trocar experiência com os colegas após o primeiro semestre de atividades no Programa, além de observarem as temáticas apresentadas.

Semana de Vocação Científica

Organizada anualmente pela coordenação do Provoc, a Semana ocorre na primeira semana de maio. Os alunos do 1° ano do Avançado apresentam pôsteres com os objetivos e o andamento do trabalho realizado. Os alunos que estão concluindo o Programa apresentam seu projeto final no formato pôster ou comunicação oral.

Reunião Anual de Iniciação Científica da Fiocruz (Raic)

Evento científico organizado pela coordenação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) da Fiocruz. Este evento compõe as atividades da etapa Avançado.  Os trabalhos são apresentados no formato pôster e os resumos publicados nos Anais.

Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE)

Direcionada aos alunos do Avançado, esta reunião geralmente ocorre no mês de agosto, em local definido pela FeSBE. A participação no evento não é obrigatória .  Para inscrição do trabalho, é indispensável a autorização prévia dos responsáveis pelo aluno, do orientador e dos recursos financeiros que a EPSJV poderá disponibilizar para tal evento, já que sua realização costuma ser fora da cidade do Rio de Janeiro. Os trabalhos são apresentados em sessão de pôsteres e os resumos publicados nos Anais do evento.  O pagamento das inscrições é feito pela FeSBE.


Se você deseja convidar novos orientadores saiba que:

O Provoc divulga anualmente, entre os meses de abril a junho por meio eletrônico, uma chamada para inscrição de orientadores.

Solicita-se aos interessados em orientar alunos do Provoc na etapa Iniciação o preenchimento de um formulário eletrônico seguindo o link que se encontra na chamada divulgada anualmente.

Os pesquisadores que preenchem e enviam o formulário eletrônico são informados do resultado da seleção dos alunos a partir de agosto.

Para esclarecimentos de dúvidas e informações sobre o processo de seleção, entre em contato por meio do correio eletrônico provoc@fiocruz.br ou pelos telefones (21) 3865-9738 / 9740 / 9741.

O Provoc é aberto à participação de estudantes provenientes de instituições conveniadas ao Programa. Atualmente, estão conveniadas ao Provoc as seguintes instituições de ensino médio e organizações da sociedade civil:

Instituições de Ensino

Centro Educacional Anísio Teixeira (Ceat)
Colégio de Aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (CAp UERJ)
Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CAp UFRJ)
Instituto Metodista Bennett
Colégio Pedro II (Unidades: Centro, Duque de Caxias, Engenho Novo, Humaitá, Niterói, Realengo, São Cristóvão e Tijuca)
Colégio São Vicente de Paulo

Organizações da sociedade civil (OSCs)

Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (Ceasm)
Rede de Desenvolvimento da Maré (Redes)
Rede de Empreendimentos Sociais para o Desenvolvimento Socialmente Justo, Democrático, Integrado e Sustentável (Rede CCAP) - Manguinhos.

 

A coordenação do Provoc mantém interlocução permanente com as instituições de procedência dos estudantes. Em cada unidade existe um profissional responsável pela divulgação do programa, pré-seleção dos candidatos e acompanhamento pedagógico dos participantes desta experiência de iniciação científica.

Candidatos à etapa Iniciação

Apenas jovens cursando o primeiro ano do ensino médio podem se candidatar à etapa Iniciação. Os estudantes interessados em participar do Provoc devem se inscrever nas instituições conveniadas de origem.

Candidatos à etapa Avançado

O estudante interessado em prosseguir para o Avançado deverá atender aos seguintes critérios: estar cursando o segundo ano do ensino médio, ter participado com êxito da Iniciação, ser indicado pelo seu orientador mediante formulário de avaliação, ser indicado pela coordenação de sua instituição de origem, e apresentar subprojeto de pesquisa com cronograma detalhado, desenvolvido com o seu orientador.

A coordenação do Provoc é realizada pelo Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica (Lic-Provoc) da EPSJV.

Coordenação Geral: Cristina Maria Barros de Medeiros (cristinabarros@fiocruz.br)
Coordenadora Executiva da Etapa Iniciação: Telma de Mello Frutuoso (tmello@fiocruz.br)
Coordenadora Executiva da Etapa Avançado: Cristiane Nogueira Braga (cristi@fiocruz.br)
Secretaria Executiva: Maria Emilia Souza Boueri Rossigneux (provoc@fiocruz.br)