Uma Vitória Leva à Outra na EPSJV

Escola Politécnica ganha edital pela segunda vez e vai oferecer aulas de handebol e capoeira. Inscrições estão abertas ate 25 de março
Julia Neves - EPSJV/Fiocruz | 09/03/2020 09h36 - Atualizado em 26/03/2020 11h39

A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) teve um projeto aprovado, pela segunda vez, no edital ‘ELAS nos Esportes – Uma Vitória Leva à Outra’, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU Mulheres) e pelo Comitê Olímpico Internacional, em conjunto com as organizações não governamentais Women Win e Empodera. Neste ano, o projeto consiste em aulas de handebol e capoeira para 60 meninas, estudantes do Politécnico ou não, que tenham idade entre 12 e 18 anos. Segundo a professora-pesquisadora da EPSJV/Fiocruz, Nathália Barros, o objetivo é fomentar o protagonismo feminino por meio de práticas esportivas e destacar o conceito de saúde ampliada a partir dos determinantes sociais. “Com nossa primeira experiência, notamos que as meninas desenvolvem, através do esporte, uma autonomia que visa à coletividade”, aponta.

Em 2019, a modalidade esportiva oferecida foi o rugby, em parceria com a Federação Fluminense de Rugby (FFRu). Tamanho sucesso fez a aluna Yanny Vitória Machado, de 15 anos, moradora de Manguinhos, território onde está localizado o campus principal da Fiocruz, ser chamada para a seleção M16 (até 16 anos) de Rugby do Estado do Rio de Janeiro. “Conheci esse esporte através do projeto. Fui privilegiada. Nas comunidades, dificilmente aparecem oportunidades como esta. Levarei por toda minha vida”, destaca.

Nathália conta que a ideia inicial era manter o rugby e ampliar o projeto com outros esportes. Mas, por questões estruturais, a modalidade teve que ficar de fora. “Com isso, pensamos em oferecer o handebol, que foi uma demanda das próprias alunas da Escola, e a capoeira, que foi pensada para articular com as discussões étnico-raciais que a Escola Politécnica promove”, afirma.

As inscrições para participar do projeto estão abertas até o primeiro dia de aula, 25 de março, pelo formulário. Podem se inscrever para capoeira meninas com idade entre 12 e 18 anos e, para o handebol, meninas entre 14 e 18 anos. As candidatas também poderão retirar as fichas de inscrição na Secretaria Escolar da EPSJV/Fiocruz. As aulas acontecerão as quartas e quintas, no horário de 14h às 17h, no campus Fiocruz.

Da ONU para a Fiocruz

Desde 2017, a Ong Empodera oferece cursos de formação para professoras de Educação Física e organizações sociais.  Em 2019, foi lançado o fundo ‘ELAS nos Esportes’, tendo como pré-requisitos para as organizações oferecerem um espaço seguro para a prática esportiva das participantes e terem em sua coordenação e execução mulheres que participaram dos cursos de formação da Empodera, dentre outros.

Comentar