déficit habitacional

Exibindo 1 - 2 de 2
  • 13/07/2018 10h30 Dicionário Jornalístico

    Na madrugada do 1º de maio, dia do trabalhador, um incêndio consumiu o edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo. O prédio de 24 andares desabou. Abrigava 455 pessoas que viviam numa ocupação organizada pelo movimento Luta por Moradia Digna. Nas semanas que se seguiram à tragédia, que deixou ao menos sete mortos, muito se discutiu sobre as ocupações: quantas existem e onde? Quem deveria ser responsabilizado? A prefeitura? O movimento social? Rapidamente, o foco se direcionou para o segundo. Pipocaram reportagens sobre a idoneidade das lideranças e cobrança de taxas na ocupação. Mas pouco se falou sobre o que a tragédia revela da negação do direito à moradia no Brasil

  • 28/08/2014 8h00 Reportagem

    Quase 6 milhões de famílias não têm moradia adequada. Movimentos sociais e pesquisadores propõem formas de ampliar o acesso à  habitação nas cidades