Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Entrevista

Exibindo 361 - 370 de 451
  • 08/09/2014 12h30 Entrevista

    Expoente do pensamento da Medicina Social latinoamericana, o médico venezuelano Oscar Feo visitou a Escola Politécnica no dia em que a instituição completou 29 anos. Coordenador nacional da Universidade de Ciências da Saúde da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (Alba), Feo tem um profundo conhecimento da dinâmica da cooperação internacional em saúde e alerta que o interesse privado tem tido participação crescente na elaboração das políticas de saúde a nível global. Nessa entrevista, ele explica o que entende por Complexo Industrial Médico e Financeiro da Saúde, fala sobre o lobby em torno da construção da proposta de Cobertura Universal em Saúde recentemente criticada pelo Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) em manifesto publicado em seu site. Feo defende a necessidade que é necessário resgatar a potência do pensamento contra-hegemônico da Medicina Social e adotar um novo modelo de desenvolvimento.

  • 17/08/2014 12h30 Entrevista

    Nesta última semana fez 40 anos da morte de Frei Tito, um frade católico, que foi torturado pela ditadura e não aguentou os fantasmas que ficaram dessas violências. A professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) e uma das fundadoras do Grupo Tortura Nunca Mais, Cecília Coimbra, também passou por isso e conta nesta entrevista o quanto esta prática ainda se faz presente. Para ela, diferentemente do que aconteceu naquele tempo, esta prática hoje é mais recorrente em uma parcela da sociedade, porque tem um viés de classe. Mas, Cecilia diz ainda que os meios de comunicação, que geram a sensação de medo, ajudam a construir também no imaginário da sociedade aqueles que podem ser torturados e até exterminados. Confira.

  • 22/07/2014 12h30 Entrevista

    A Copa do Mundo acabou. Remoções, isenções tributárias, descumprimento de princípios constitucionais foram algumas das ações realizadas para a garantia da realização do evento. A questão agora é pensar o que ficará para depois da Copa. Às vésperas da final, algumas pistas foram deixadas sobre outro possível legado: a violência policial e jurídica como tentativa de abafar manifestações. Os principais casos aconteceram em São Paulo, quando dois ativistas foram presos, e no Rio de Janeiro, onde 26 prisões ‘preventivas' foram decretadas, sendo consideradas uma ilegalidade por diversas organizações e juristas. O juiz do trabalho e professor livre-docente da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) Jorge Luiz Souto Maior nesta entrevista, analisa essas ações que resultaram em prisão de manifestantes, fala sobre a Lei Geral da Copa e aponta para o risco que o Brasil pode correr de continuidade deste Estado de Exceção que se deu durante o evento.

  • 20/07/2014 8h00 Entrevista

    Em julho de 2013, a presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), Ana Maria Costa, em entrevista à Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) tentava entender as demandas das ruas e analisar as respostas dadas pela presidente Dilma Roussef naquela ocasião. Passado um ano, Ana Maria analisa o que foi realizado daquele tempo para cá e aponta um novo rumo para a saúde pública: "O Cebes vem discutindo que não podemos mais adiar esse gravíssimo problema que diz respeito à formação e possibilidade de fixação no interior, por meio de carreiras de verdade, de profissionais com vínculo e compromisso permanente com o setor público".

  • 11/06/2014 8h00 Entrevista

    Tramita na Câmara dos Deputados a Proposta de Emenda à Constituição do Orçamento Impositivo (PEC 358/13), que, se aprovada, como avalia diversos movimentos ligados à saúde, será um retrocesso para o financiamento deste setor. A PEC determina que o financiamento da saúde seja por meio da receita líquida, já o Movimento Saúde +10, que recolheu mais de 2,2 milhões de assinaturas, por meio de seu projeto de lei de iniciativa popular defende a aplicação de 10% da receita corrente bruta. Nesta entrevista, o professor doutor livre-docente de economia da saúde da Faculdade de Saúde Pública da USP e do Programa de Pós-Graduação em Economia Política e do Departamento de Economia da PUC-SP, Áquilas Mendes, explica a diferença das duas propostas e analisa a situação de financiamento da saúde pública atualmente. Confira.

  • 01/06/2014 12h30 Entrevista

    O mascote da Copa, o Fuleco, nome que une Futebol à ecologia saiu de cena. O secretário-executivo da Associação da Caatinga, Rodrigo Castro, organização que sugeriu à FIFA que a imagem do tatu-bola, animal em extinção no Brasil, fosse utilizada para ajudar na preservação da espécie, conta como foi a negociação com a FIFA, marcada pela falta de diálogo, de sensibilidade, mas com muito lucro devido à venda de diversos produtos com a imagem do animal.

  • 24/05/2014 12h30 Entrevista

    No dia 18 de maio, milhares de militantes, profissionais de saúde e usuários dos serviços saíram às ruas em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte para celebrar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Além de comemorar as inúmeras conquistas de um movimento que já vem desde a década de 1970, a data serve para lembrar que ainda há inúmeros desafios a serem superados, e o risco de retrocessos nas políticas públicas para a área de saúde mental está sempre presente. É o que afirma o diretor da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), Fábio Belloni, que, nessa entrevista, faz um balanço do que vê como os principais avanços e retrocessos nas políticas de saúde mental hoje no Brasil.

  • 07/05/2014 12h30 Entrevista

    O professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Renato Lemos explica nesta entrevista que desde a ditadura até hoje existem certas continuidades, que expressam a que interesses serviu o Golpe Militar, que faz 50 anos neste mês. Para ele, a hegemonia dos grandes grupos econômicos, o papel da grande imprensa e a visão das questões sociais daquele tempo ainda perduram nos dias atuais, mostrando que o conteúdo de dominação de classe ainda é o mesmo.

  • 01/05/2014 12h30 Entrevista

    Maria Helena Moreira Alves, professora aposentada da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), acaba de lançar o livro ‘Vivendo no fogo cruzado’, que ajuda a entender esse projeto de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) que tem origens num programa norte-americano que foi aplicado durante a Guerra do Vietnã

  • 22/04/2014 12h34 Entrevista

    O jornalista Gustavo Gindre, membro do Coletivo Intervozes, explica nesta entrevista o processo de privatização da Telerj, o que desencadeou o cenário que vemos hoje, quando famílias foram despejadas de um prédio inutilizado há 10 anos, para um destino que não se sabe ao certo. Confira: