saúde

Exibindo 1 - 10 de 14
  • 06/03/2020 10h11 Acontece na EPSJV

    Periódico científico editado pela EPSJV/Fiocruz apresenta mudanças na identidade visual e novas redes sociais

  • 16/01/2020 10h50 Entrevista

    Na última quarta-feira (15/01), o senador Marcio Bittar (MDB/AC), relator da Proposta de Emenda à Constituição 188/2019, que ficou conhecida como PEC do Pacto Federativo, anunciou ao jornal Folha de S. Paulo depois de uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que pretende acabar com os pisos mínimos destinados à saúde e à educação. O Portal EPSJV entrevistou a pesquisadora Grazielle David, doutoranda em desenvolvimento econômico e pesquisadora do Cecon/Unicamp, produtora do Podcast É da sua conta e assessora da Red de Justicia Fiscal de America Latina y Caribe, sobre as principais impactos e a importância da vinculação para ambas as áreas.

  • 15/01/2020 11h29 Reportagem

    Artigo da Trabalho, Educação e Saúde mostra dificuldades de vínculo dessa população com a atenção primária ofertada no território

  • 08/11/2019 14h54 Reportagem

    Apresentado no último dia 5, o Plano Mais Brasil engloba três Propostas de Emenda à Constituição que influenciarão diretamente nos gastos das áreas sociais

  • 27/09/2019 12h31 Reportagem

    Projeto irá funcionar em paralelo ao Mais Médicos, e cerca de 2 mil cubanos que permaneceram no Brasil após a ruptura do convênio em novembro de 2018 poderão voltar ao programa

  • 13/09/2019 11h12 Reportagem

    Terceira proposta orçamentária enviada pelo governo federal desde que a Emenda do Teto de Gastos entrou em vigor reduz investimentos em saúde e educação

  • 08/08/2019 10h22 Acontece na EPSJV

    Estudante do ensino médio, Tiago Marques elaborou um projeto de lei sobre gestão em saúde e passará uma semana como deputado federal em Brasília

  • 11/07/2019 10h24 Acontece na EPSJV

    Primeira formação do tipo na Fiocruz propõe reflexão sobre o conceito e a prática dos elementos da ambiência para o tratamento do espaço físico dos serviços de saúde

  • 05/04/2019 11h20 Entrevista

    Ruas que viraram rios, morros que se transformaram em cachoeiras. Deslizamentos. Mortes. As chuvas que castigaram o Rio de Janeiro na segunda e na terça-feira revelaram, mais uma vez, a vulnerabilidade da cidade frente a eventos climáticos extremos. E essa fragilidade tem a ver com um componente de planejamento e bem-estar essencial: o saneamento. Nessa entrevista, o engenheiro sanitarista e professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Alexandre Pessoa, comenta o desastre e contextualiza a situação do saneamento no país. Ele chama atenção também para o processo de revisão do Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), lançado em 2013. O documento está disponível para consulta pública até o dia 22 de abril. Segundo Pessoa, trata-se do principal instrumento da política pública nacional de saneamento básico, cuja referência é a Lei de Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico (nº 11.445/07), e contempla uma abordagem integrada do saneamento, incluindo os componentes de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo das águas pluviais urbanas. Com metas para serem cumpridas até 2033, o Plansab deve ser avaliado anualmente e revisado a cada quatro anos, conforme previsto na lei. A revisão, porém, tem sofrido uma série de críticas por parte de especialistas que consideraram curto o prazo inicial para discussão – anteriormente era até 8 de abril –, bem como avaliam serem equivocados alguns argumentos apresentados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, que hoje abriga a proposta. “O Brasil corre grave risco de ter o agravamento das doenças emergentes e reemergentes, a exemplo das doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado, dentre elas as arboviroses, como dengue, zika e chikungunya”, alerta o engenheiro sanitarista que, junto com o pesquisador Fernando Carneiro (Fiocruz Ceará), representou a Fiocruz na audiência pública que discutiu as mudanças do Plano. Confira a entrevista.

  • 24/01/2019 14h06 Reportagem

    Presidente sancionou no último dia 15 a Lei Orçamentária Anual 2019. O segundo orçamento aprovado após a vigência da Emenda Constitucional do Teto de Gastos (EC 95) traz redução de investimentos na Saúde e Educação